Você está deixando o Portal Médico GSK

Você está prestes a deixar o site da GSK. Ao clicar neste link, você será direcionado a um site que não pertence ou é controlado pela GSK. Portanto, a GSK não é responsável por demais conteúdos presentes neste site.

Continuar

Voltar

   

INSPIRATION

 

Vídeo Perguntas & Respostas

Durante o Inspiration Meeting 2018 diversos participantes enviaram suas perguntas para nossos palestrantes. Devido ao tempo restrito, muitas perguntas não puderam ser respondidas ao vivo.

A GSK preparou o vídeo a seguir, onde nossos gerentes médicos Dr. Marcelo Lima (CRM 73916-2) e Dra. Mariana Sasse (CRM 82127-6) respondem as perguntas mais recorrentes, abordando tópicos sobre práticas clínicas, diganóstico e tratamento de infecções do trato respiratório.

 

 

Tópicos abordados:

0:55 - Uso de substâncias para reposição de flora intestinal durante antibioticoterapia, principalmente com beta-lactâmicos.

2:45 - Eficácia da lavagem das mãos e uso de máscaras para redução da disseminação de viroses respiratórias.

4:55 - Prolongamento do tempo de uso ou aumento da dose de amoxicilina em casos de falha de tratamento da sinusite.

7:22 - Tempo de tratamento da otite média aguda por faixa etária.

8:55 - Segunda opção terapêutica para gestantes com rinossinusite resistente a amoxicilina.

10:19 - Uso de levofloxacina para o tratamento de rinossinusite aguda em adultos. Aumentar a concentração do antibiótico é eficiente sem aumentar o tempo de tratamento?

12:32 - Uso da apresentação Clavulin ES (600mg + 42,9mg/5 mL) em pneumonia e outras infecções resistentes ou mais graves, como otite em lactentes.

14:56 - Segunda opção terapêutica para crianças alérgicas a penicilina com rinossinusite bacteriana ou otite média.

17:06 - Primeiro medicamento de escolha para gestantes alérgicas a penicilina com rinossinusite bacteriana.

18:10 - Azitromicina é indicada em rinossinusites e outras infecções bacterianas otorrinolaringológicas?

19:20 - Abordagem adequada para pacientes com infecção das vias aéreas superiores (IVAS) que afirmam estar com sinusite ou otite e só ficam bons com antibióticos. Achados clínicos importantes para diagnóstico de otite média bacteriana.