Você está deixando o Portal Médico GSK

Você está prestes a deixar o site da GSK. Ao clicar neste link, você será direcionado a um site que não pertence ou é controlado pela GSK. Portanto, a GSK não é responsável por demais conteúdos presentes neste site.

Continuar

Voltar

Nova apresentação de Zinnat®

Conheça a nova apresentação de Zinnat® 250mg com 14 comprimidos.

GLA-0001-16-22.2.1-Lamina_AF.indd
GLA-0001-16-22.2.1-Lamina_AF.indd
  • 1. ZINNAT Comprimidos (axetilcefuroxima). Bula do produto. 

    2. SCOTT, LJ. Et al. Cefuroxime axetil: na update review of its use in the management of bacterial infections. Drugs, 61(10): 1455-500, 2011. 

    3. CURSES, N. et al. Cefuroxime axetil in the treatment of acute sinusitis in childhood. Journal of Antimicrobial Chemotherapy, (38):547-550, 1996. 

    4. Zinnat® (axetil cefuroxima) suspensão. Bula do produto.

  • ZINNAT® Comprimidos revestidos e Pó para suspensão oral axetilcefuroxima Indicações: a cefuroxima está indicada no tratamento de pacientes com infecções causadas por cepas suscetíveis dos micro-organismos relacionados às seguintes infecções: amigdalite e faringite, otite média, infecções do trato respiratório inferior (pneumonia e bronquite), infecções do trato urinário, infecções da pele, sinusite. Contraindicações: Zinnat® é contraindicado em pacientes com hipersensibilidade conhecida aos antibióticos do grupo das cefalosporinas. Precauções e advertências: antes de iniciar a terapia com Zinnat®, deve-se tomar as precauções necessárias para verificar se o paciente apresenta reações de hipersensibilidade às cefalosporinas, penicilinas e outras betalactamases. Como ocorre com outros antibióticos, o uso de Zinnat® pode resultar no crescimento de cândida. A utilização prolongada pode também resultar no crescimento de micro-organismos não sensíveis (como Enterococci e Clostridium difficile). Por isso, talvez seja necessária a interrupção do tratamento. Há relatos de colite pseudomembranosa causada pelo uso de cefalosporinas e de outros antibióticos, cuja gravidade pode variar de leve à fatal. Por essa razão, é importante considerar tal diagnóstico em pacientes que desenvolveram diarreia durante o tratamento com antibióticos. Se ocorrer diarreia prolongada ou significativa ou o paciente apresentar cólicas abdominais, o tratamento deve ser descontinuado imediatamente e o paciente deve ser posteriormente examinado. Com um regime de terapia sequencial, o tempo de mudança para o tratamento oral é determinado de acordo com a gravidade da infecção, pelo status clínico do paciente e pela suscetibilidade do patógeno envolvido. Zinnat® Pó para suspensão oral contém açúcar e, portanto, deve ser usado com cautela em diabéticos. Zinnat® Pó para suspensão oral contém aspartame e, portanto, deve ser usado com cautela em portadores de fenilcetonúria. Como este medicamento pode causar vertigem, também deve-se ter cautela ao dirigir e operar máquinas. Uso em gravidez e lactação: Zinnat® deve ser administrado com cautela durante a gravidez. A cefuroxima é excretada no leite materno, portanto, deve-se ter cautela em administrar Zinnat® durante a lactação. Reações adversas: as reações adversas são geralmente leves e passageiras. Comuns: eosinofilia, dor de cabeça, vertigem, distúrbios gastrintestinais, aumentos transitórios das enzimas hepáticas, crescimento de cândida. Incomuns: teste de Coombs positivo, trombocitopenia, leucopenia, rash cutâneo, vômito. Raras: urticária, prurido, colite pseudomembranosa. Muito raras: anemia hemolítica, febre, doença do soro, anafilaxia, icterícia (predominantemente colestática), hepatite, eritema multiforme, síndrome de Stevens-Johnson, necrólise epidérmica tóxica (necrólise exantemática). Interações com medicamentos, alimentos e álcool: drogas que reduzem a acidez gástrica podem levar à baixa disponibilidade do Zinnat® e tendem a acelerar o efeito da absorção aumentada após a ingestão de alimentos. Como ocorre com outros antibióticos, Zinnat® pode afetar a flora intestinal, levando à menor reabsorção de estrogênio e à redução da eficácia dos contraceptivos orais combinados. Como pode ocorrer resultado falso-negativo no teste de ferricianeto, recomenda-se usar os métodos de glicose oxidase ou hexoquinase para determinar os níveis de glicose no plasma dos pacientes que recebem Zinnat®. A cefuroxima não interfere nos resultados da análise de creatinina do soro e da urina pelo método do picrato alcalino. Posologia: Adultos: a dose usual recomendada é de 250 mg, 2 vezes ao dia, podendo variar de acordo com o tipo e a gravidade da infecção. Crianças (acima de 3 meses): a dose usual recomendada é de 125 mg, duas vezes ao dia. Em crianças a partir de 2 anos de idade com otite média, ou outras infecções mais graves, a dose recomendada é de 250 mg, 2 vezes ao dia, sendo o máximo recomendado de 500 mg diários. Superdosagem: a superdosagem das cefalosporinas pode levar à irritabilidade do SNC, levando a convulsões. Os níveis séricos de cefuroxima podem ser reduzidos por hemodiálise e diálise peritoneal. Para dados completos sobre a segurança do medicamento, a bula na íntegra deverá ser consultada e poderá ser solicitada à empresa através do Departamento de Informações Médicas da GSK (SAC 0800 701 2233 e/ou medinfo@gsk.com). VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA. SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA. GlaxoSmithKline Brasil Ltda. MS 1.0107.0205 mBL_zinnat_POSUP_101070205_GDS24_IPI04_N01_VPS03 e mBL_ZINNAT_ COM_GDS24_IPI04_L0409. 

     

    CONTRAINDICAÇÕES: O PRODUTO É CONTRAINDICADO EM PACIENTES COM HIPERSENSIBILIDADE CONHECIDA AOS ANTIBIÓTICOS DO GRUPO DAS CEFALOSPORINAS. INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS: DROGAS QUE REDUZEM A ACIDEZ GÁSTRICA PODEM LEVAR À BAIXA DISPONIBILIDADE DO ZINNAT®.

Material de distribuição exclusiva para profissionais de saúde habilitados a prescrever ou dispensar medicamentos. Recomenda-se a leitura da bula e da monografia do produto antes da prescrição de qualquer medicamento. Mais informações à disposição sob solicitação ao Serviço de Informação Médica (DDG 0800 701 2233 ou medinfo@gsk.com). Para notificar eventos adversos ocorridos durante o uso de medicamentos da GlaxoSmithKline/Stiefel, entre em contato diretamente com o Departamento de Farmacovigilância da empresa pelo e-mail farmacovigilancia@gsk.com ou através do Representante do Grupo de Empresas GSK. A bula completa do medicamento e outras informações estão à disposição sob solicitação ao Serviço de Informação Médica (DDG 0800 701 2233 ou medinfo@gsk.com).