Você está deixando o Portal Médico GSK

Você está prestes a deixar o site da GSK. Ao clicar neste link, você será direcionado a um site que não pertence ou é controlado pela GSK. Portanto, a GSK não é responsável por demais conteúdos presentes neste site.

Continuar

Voltar

Manutenção da asma e os efeitos da terapia resgate/controle

 

Em uma condição crônica, é melhor priorizar um tratamento de manutenção que previna os sintomas ou atuar reativamente conforme apareçam os sintomas?

O Dr. Ronald Dahl, Especialista Médico Global da GSK, destaca a contradição de utilizar um único inalador para tratamento de manutenção e resgate, levantando o seguinte questionamento: como a asma do paciente pode estar controlada se há uma necessidade diária de medicação de resgate?

 

Qual modelo de tratamento comprovou o maior nível de controle dos pacientes?

O Dr. Ronald Dahl, Especialista Médico Global da GSK, dá continuidade às considerações a respeito da terapia resgate/controle. Ronald apresenta dados importantes sobre o estudo SMILE, em que os pacientes em terapia resgate/controle iniciaram e terminaram o tratamento com asma pouco controlada. Além disso, ele apresenta resultados do estudo GOAL, no qual 75% dos pacientes em tratamento padrão alcançaram o controle da asma. 1,2

  • 1. RABE, KF. et al. Effect of budesonide in combination with formoterol for reliever therapy in asthma exacerbations: a randomized controlled, double-blind study. Lancet, 368: 744-753, 2006.

    2. BATEMAN, ED. et al. The correlation between asthma control and health status: the GOAL study. Eur Respir J, 29(1): 56-62, 2007.