Você está deixando o Portal Médico GSK

Você está prestes a deixar o site da GSK. Ao clicar neste link, você será direcionado a um site que não pertence ou é controlado pela GSK. Portanto, a GSK não é responsável por demais conteúdos presentes neste site.

Continuar

Voltar

Diretriz da Academia Americana de Neurologia e Sociedade de Epilepsia sobre morte súbita inesperada em Epilepsia

A Academia Americana de Neurologia e a Sociedade Americana de Epilepsia emitiram uma nova diretriz sobre a morte súbita e inesperada na Epilepsia (SUDEP), um risco pouco compreendido.1 A diretriz foi desenvolvida para aumentar a conscientização sobre a incidência, fatores de risco e estratégias preventivas para este risco fatal de Epilepsia.1

Todos os anos, 1 a cada 4500 crianças e até 1 em cada 1000 adultos com epilepsia são afetados pela SUDEP.1

Os autores da diretriz identificaram convulsões tônica-clônicas generalizadas (CTCG) como um importante fator de risco para SUDEP, com pacientes com ≥ 3 CTCG por ano com risco 15 vezes maior de sofrer SUDEP do que pacientes com < 3 CTCG por ano. A diretriz destaca a necessidade dos profissionais de saúde discutirem com os pacientes sobre o risco de SUDEP e a importância do controle de crises através de medicamentos e outros tratamentos, particularmente os pacientes com CTCG. Os autores concluíram que são necessárias mais pesquisas para prevenir a SUDEP. 1

  • Referência

    1. HARDEN, C. et al. Practice guideline summary: sudden unexpected death in epilepsy (SUDEP) incidence rates and risk factors. Neurology 88(17): 1674-1680, 2017.