Você está deixando o Portal Médico GSK

Você está prestes a deixar o site da GSK. Ao clicar neste link, você será direcionado a um site que não pertence ou é controlado pela GSK. Portanto, a GSK não é responsável por demais conteúdos presentes neste site.

Continuar

Voltar

Farmacovigilância GSK: rigoroso protocolo global visa mais segurança para os pacientes

Apesar das criteriosas etapas que compõem um estudo clínico, alguns eventos adversos não se tornam conhecidos até que muitos milhões de pacientes sejam tratados com determinado produto.

Microscópio

Ou seja, a responsabilidade da industria farmacêutica não termina com a aprovação de uma nova droga. A segurança dos pacientes depende de um processo posterior, que exige rastrear, monitorar, reportar e educar sobre eventuais efeitos colaterais, de forma ágil e eficiente, ao redor de todo o planeta.

       

Caderneta

Nós, da GSK, levamos essa missão muito a sério, adotando processos rígidos para garantir a excelência, desde a identificação de eventos adversos até as orientações de manejo para os profissionais de saúde.

Vale a pena conhecer, com mais detalhes, nossos processos exclusivos de farmacovigilância.

       

Referência bibliográfica:

BRASIL. AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA (ANVISA). O que é farmacovigilância?
Disponível em: https://portal.anvisa.gov.br/farmacovigilancia/saiba-mais. Acesso em: 16 set 2020.